VOCÊ SABE O QUE É “STOP THE BLEED”?

É um consenso de Hartford que tem como intenção trazer informações e experiências sobre processos de controle de hemorragias, visando que hoje a maior causa de morte no mundo é a perca sanguínea descontrolada “Sem alguém capacitado para conte-la”.

Neste artigo vamos seguir ou seus dizeres com a intenção e pensamento que ninguém deve morrer de hemorragia descontrolada.

Oque todo mundo deveria saber para parar de sangrar após um ferimento? Com está pergunta podemos nortear nossa conquista de conhecimentos.

O primeiro passo de todo atendimento é garantir a segurança da cena, do socorrista, do ambiente e também da vítima, antes de começar este atendimento sempre se pergunte, a cena realmente está segura? Se a sua reposta for sim, podemos passar para as diretrizes do atendimento com a intenção de controlar o mais rápido possível esta hemorragia.

O processo de controle de hemorragia através do STOP THE BLEED é separado por 3 letras, trazendo o ABC do sangramento, então se você seguir esse passo a passo vai conseguir estancar e controlar a hemorragia do paciente.

Na letra A temos como informação “ALERTA” Ligue 192 ou 193, mas porque preciso ligar? Porque o seu paciente pode estar evoluindo ou já esta em um choque hipovolêmico tipo hemorrágico e o mesmo vai precisar de reposição de fluidos, pois além de controlar esse sangramento precisamos repor aquilo que a vitima perdeu, estabilizando com todos os suportes necessários e posteriormente encaminhando para um centro de referencia de acordo com a necessidade do paciente.

Na letra B temos como informação “Sangramento – encontrar a lesão”, neste momento precisamos fazer uma avaliação completa do paciente com a intenção de procurar focos de hemorragias que pode levar minha vitima a óbito é pouquíssimo tempo.

Na letra C temos como informação “Comprimir – aplicar pressão para parar o sangramento”, nesta letra temos três informações muito importantes sobre técnicas de contenção de hemorragia, sendo elas:

– Compressão direta: Colocando um pano limpo em cima do ferimento e fazendo compressão, auxiliando no fechamento do sangramento e na cascata da coagulação.

– Usar o torniquete sempre que necessário, pois ele te trará um auxilio muito grande neste momento, sempre que você se deparar com um ferimento em extremidades com grande potencial de perca sanguínea, é recomendado a utilização do mesmo, com algumas informações que vamos discorrer no artigo sobre “utilização de torniquete”

– Embalar ou introduzir gazes, pano limpo, materiais hemostáticos para assim conseguir o controle de uma hemorragia de grade extensão, podendo ser utilizado o torniquete em conjunto, próximo da junções e aplicação destes materiais diretamente dentro da ferida.

Lembre-se: A única coisa mais trágica do que uma morte por sangramento, é uma morte que poderia ter sido evitada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *